Dragões Cromáticos-Dragões Bracos



DRAGÕES BRANCOS

Os dragões brancos, os menores, menos inteligentes e mais animalescos dentre os dragões verdadeiros, preferem climas frios - normalmente áreas árticas, mas às vezes montanhas muito altas, em especial durante o inverno. Os dragões brancos que moram em montanhas entram em conflito com os vermelhos que vivem nas redondezas, mas os brancos são espertos o suficiente para evitarem os vermelhos, que são mais poderosos. Os dragões vermelhos tendem a considerar os brancos como oponentes ifnóbeis, e costumam contentar-se em deixar o dragão branco vizinho esquivar-se e esconder-se (e sair da sua atenção).

As tocas dos dragões brancos costumam ser cavernas de gelo e profundas câmaras subterrâneas, que se abrem para o lado oposto dos raios quentes do sol. Os dragões brancos que habitam calabouços preferem áreas frias e muitas vezes espreitam perto da água, onde podem esconder-se e caçar.

IDENTIFICADORES DOS DRAGÕES BRANCOS

A cara do dragão branco expressa a ferocidade intensa e decidida do caçador. Sua cabeça tem um perfil alongado, com um pequeno bico afiado no focinho e um queixo pontudo. A cabeça é encimada por uma crista sustentada por uma única espinha curvada para trás. O dragão tem também faces com escamas, papadas espinhentas e alguns dentes que se projetam quando a boca está fechada.

Visto de baixo, o dragão branco exibe um pescoço curto e uma cabeça sem sinais característicos. As asas parecem rombundas nas pontas. O bordo de fuga da asa mostra um tom rosado ou azul, e a borda traseira da membrana alar se une ao corpo perto das pernas traseiras, mais ou menos a meia altura da coxa.

As escamas do filhote rebrilham com branco puro. À medida que o dragão envelhece o brilho some, e em idade muito avançada há escamas azuis pálidas e cinzentas claras misturadas às brancas.

HÁBITOS

O dragão branco só consome comida que tenha sido congelada. Normalmente o dragão branco devora uma criatura morta com sua arma de sopor enquanto a carcaça ainda está rígida e gelada. Sepulta outras presas em bancos de neve dentro da toca ou perto dela, até estarem convenientemente congeladas. Encontrar uma despensa dessas é um bom indicativo de que há um dragão branco nas cercanias.

Os dragões brancos apreciam o brilho e o lampejo branco do gelo, e apreciam tesouros com qualidades semelhantes, em especial diamantes.

Os dragões brancos desprezam a sociedade de outros da sua espécie, exceto membros do sexo oposto. São sujeitos aos prazeres carnais e muitas vezes acasalam pelo puro prazer. Raramente cuidam dos ovos, mas muitas vezes os botam perto da toca, e um pai ou ambos permitem que os filhotes entrem no covil por algum tempo. Esperam que os filhotes cuidem de si mesmos, mas estes obtêm alguma proteção e educação devido à proximidade dos pais.

Seria um erro considerar um dragão branco como uma criatura obtusa. Os dragões brancos mais velhos são no mínimo tão inteligentes quanto os humanos, e mesmo os mais jovens são muito mais espertos que animais predadores. Apesar de não se destacarem pela prevenção, os dragões brancos demonstram sua astúcia quando caçam ou defendem os covis e os territórios. Eles conhecem todos os melhores locais de emboscada em muitos quilômetros em torno das tocas, e são bastante astutos para escolherem seus alvos e concentrarem os ataques até que um inimigo sucumba, passando depois ao próximo. Os dragões brancos preferem ataques súbitos, mergulhando dos ares ou surgindo de repente debaixo da água, da neve ou do gelo. Usam o seu sopro e tentam derrubar um oponente isolado com um ataque subsequente.

Apesar de não serem baluartes do intelecto, os dragões brancos têm boa memória, em especial para eventos que testemunharam ou experimentaram diretamente. Lembram-se de todos os desprezos e derrotas, e sabe-se que realizaram vinganças malignas contra seres ou grupos que os ofenderam.

Sopro: Dragões Brancos possuem apenas um tipo de sopro. Um cone de frio.

Combate: Os Dragões brancos preferem abordagens repentinas, mergulhando sobre seus oponentes ou surgindo de dentro da água, da neve ou do gelo. Eles disparam seu sopro e em seguida tentam nocautear um oponente de cada vez com ataques sequenciais.


Elemento: Gelo
Tamanho: Pequeno(filhote), Imenso(adulto)
Hábitos: Esses dragões não ligam para o mundo ao seu redor, se preoucupam apenas com eles mesmos e suas atividades. Caçam em regiões frias e constroem seus lares em grandes massas de gelo. Se preocupam com seu tesouro (todo dragão se preocupa com isso) mas como vivem em regiões de dificil acesso não tem muito que temer. Seu sopro congelante mata os alvos de hipotermia e eles adoram carne congelada.
Fraqueza: Fogo; calor





referencias:racasderpgeduardoteixeira/rpgmaniacos

2 comentários:

  1. esses estão entre os melhores

    ResponderExcluir
  2. adorei o dragao de diamantes e meu preferido

    ResponderExcluir